Confira o review da linha Braille Orbit 20 que o blog Mundo da Lupa publicou.

Depois de uma longa espera, finalmente a linha Braille Orbit Reader 20 chegou no Mundo da Lupa.

Para quem ainda não conhece o projeto da linha Braille Orbit Reader 20, vale a pena conferir o post que publicamos aqui no blog.

A linha Braille Orbit Reader 20 está chegando!

Nesta semana, passamos a utilizar a Orbit 20 todos os dias e fazer todos os testes possíveis para ter uma opinião formada quanto ao produto e passar para você as nossas considerações.

A linha Braille

Olhando a linha Braille por cima, temos a seguinte configuração da esquerda para a direita:

  • Na extremidade esquerda, conjunto de 3 teclas para emular os pontos 3, 2, 1 do Braille e na extremidade direita, outro conjunto de 3 teclas para emular os pontos 4, 5, 6 do Braille;
  • Entre o conjunto de 6 teclas relacionados acima, têm um conjunto com 5 teclas simulando um joystick, com setas direcionais para esquerda e direita, para cima e para baixo e uma tecla ao centro;
  • Abaixo do conjunto de teclas relacionados acima, temos mais um conjunto de 3 teclas: a esquerda a tecla para emular o ponto 7, ao centro a tecla da barra de espaço e a esquerda a tecla para emular o ponto 8;
  • Para finalizar, temos em cada extremidade, um conjunto de 2 teclas direcionais e ao centro 20 celas Braille para leitura. A cada 5 celas Braille, encontramos uma identificação para facilitar a contagem e localização das celas;
  • Na lateral encontramos o botão para ligar / desligar, o slot para o cartão de memória e o slot para conectar o cabo para carregar a bateria ou conectar ao computador.

Braille

O ponto Braille apresenta uma leitura confortável, com toque suave nos dedos.

Acessórios

Acompanha um cabo USB, um adaptador para energia e uma bolsa para transporte.

Conexão

Durante essa semana de testes conectamos sem maiores problemas, a Orbit 20 com o MAC (utilizando o leitor de tela VoiceOver), computador com sistema operacional Windows 10 (utilizando o leitor de tela Dolphin, JAWS e NVDA), e com o iPhone (utilizando o VoiceOver). Em algumas situações conectamos através da porta USB e em outras através do bluetooth. Todos os testes de conexão a resposta da linha Braille sempre foram bem rápidos, atendendo as nossas expectativas.

OBS: O leitor de tela Dolphin, o NVDA e o VoiceOver, reconhecem a linha Braille sem ter que alterar a configuração no equipamento.

Recurso

Este modelo de linha Braille possui um recurso muito interessante, entrada para cartão de memória e aplicativo integrado, que possibilita a utilização da Orbit de forma autônoma, sem ter a necessidade de conectar ao computador para escrever e ler textos em Braille.

Bateria

Durante os testes, colocamos a linha Braille para carregar depois de 24 horas de uso.

Embalagem

Para quem espera receber seu produto em uma caixa toda elaborada, já adianto que não vem desta forma. A linha Braille vem dentro da bolsa, junto com o cabo e o carregador. Não podemos esquecer que a Orbit 20 faz parte de um projeto que tem como objetivo entregar um produto de qualidade com o menor custo possível.

Para quem procura ter a sua primeira linha Braille, a Orbit Reader 20 é a solução que faltava para você.

Venha fazer parte deste projeto e adquira a sua linha Braille através do nosso site Mundo da Lupa.

Fonte: Mundo da Lupa